Mundo

Idosa de 102 anos é suspeita de assassinar a colega de quarto em casa de repouso

Laudo identificou que a vítima morreu por 'asfixia por estrangulamento e golpe na cabeça'

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma idosa de 102 anos é apontada como principal suspeita de assassinar a colega de quarto de uma casa de repouso localizada no norte da França. Após o crime, a senhora foi internada em uma clínica psiquiátrica. As informações são da agência AFP.

A vítima, uma idosa de 92 anos, foi encontrada morta na noite do último sábado (18), na cama, com  o rosto inchado.

De acordo com a AFP, a necropsia concluiu que houve "uma morte por asfixia por estrangulamento e golpe na cabeça", disse o procurador de Soissons, Frederic Trinh.

"A ocupante do quarto ao lado, (...) de 102 anos, manifestou-se, em grande estado de agitação, afirmando 'ter matado alguém", relatou o procurador.

Ainda segundo o procurador, a idosa foi levada para um hospital psiquiátrico devido ao 'seu estado de confusão e agitação' e um exame será realizado para avaliar se 'a senhora é imputável judicialmente', explicou.