Mundo

Idosa de 103 anos fica curada de Covid-19 e comemora bebendo cerveja

Jannie Stejna foi a primeira a testar positivo para o novo coronavírus na casa de repouso em que reside

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Uma idosa, de 103 anos, ficou curada de Covid-19 e comemorou o feito com uma cerveja. A polonesa Jannie Stejna foi a primeira a testar positivo para o novo coronavírus na casa de repouso em que reside, em Massachusetts, nos Estados Unidos. 

De acordo com o jornal 'O Dia', a neta da idosa Shelley Gunn, disse que a avó não entendeu bem o que era a Covid-19, mas se sentia muito doente. O asilo chegou a entrar em contato com a neta para que ela pudesse visitar a avó e dizer adeus.

Foto: Arquivo pessoal/ Divulgação

"Essa velha avó polonesa nossa derrotou oficialmente a Covid-19", disse o marido de Shelley, Adam Gunn, para um jornal local. "Estamos realmente muito agradecidos”.

"Ela é uma ávida jogadora de bingo, gostava de ler e de fazer crochê até ter artrite", diz a neta. Segundo ela, a avó é "fã de esportes hardcore de Boston. Ela costumava sentar do lado de fora e ouvir os jogos do time de beisebol de Boston, o Red Sox, no rádio".