Mundo

Influenciadora digital posta foto falsa na Disney e cria polêmica

Estudos comprovam que o Instagram é a plataforma que mais estimula doenças, como a depressão

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A publicação de uma foto falsa no Instagram gerou polêmica e um debate sobre comportamento nas redes sociais. A influenciadora digital Carolyn Stritch (@theslowtraveler), conhecida por compartilhar imagens estilo de vida e viagens, falsificou  uma foto em que dizia estar comemorando seu aniversário de 22 anos em uma viagem para a Disneylândia, na Califórnia.

"Levei-me para um tempo em off na Califórnia. Aqui, estou eu na frente do Castelo da Bela Adormecida - meu presente indulgente de aniversário a mim mesma. Amanhã, voltarei para casa e será como se isso nunca tivesse acontecido! Eu continuo dizendo a mim mesma: é divertido fazer o impossível. A vida é o que você faz dela!", escreveu em uma legenda. O que muitos seguidores não sabiam, de imediato, era que a falsificação foi intencional.

Foto: Reprodução

A verdade é que ela possui 32 anos, usa aplicativos que diminuem os sinais de idade e, o objetivo da "brincadeira", era buscar uma reflexão sobre a vida "artificial" levada nas redes sociais, através do uso de ferramentas como o Photoshop. Um estudo conduzido pela Universidade da Pensilvânia  concluiu que utilizar apenas 10 minutos por dia em cada um das redes sociais é o limite para garantir o uso saudável da internet.

Além disso, a pesquisadora Hanna Krasnova, da Universidade Humboldt de Berlim, comprovou que o Instagram é a plataforma que mais estimula doenças, como a depressão, já que as pessoas mostram o que querem nas fotos publicadas e dão a sensação que suas vidas são mais felizes do que parecem.