Mundo

Jovem descobre 500 'buracos' na córnea graças ao uso excessivo do brilho no celular

Além disso os médicos diagnosticaram seu olho esquerdo com 60% da capacidade total de visão e o direito com apenas 30%

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma jovem taiwanesa descobriu que possui mais de 500 buracos na córnea devido ao uso excessivo do celular com seu brilho no máximo. Segundo informações do IBTimes, a secretária usava o celular o tempo todo com o brilho total, tanto pela manhã no trabalho, quanto pela noite enquanto assistia filmes pelo aparelho.

Em março de 2018 ela percebeu que algo não estava certo e começou a usar colírio para amenizar as dores que sentia, o que não deu certo. Meses depois ela foi ao hospital e constatou que tinha mais de 500 orifícios em sua córnea, além disso os médicos diagnosticaram seu olho esquerdo com 60% da capacidade total de visão e o direito com apenas 30%.

Foto: Reprodução

Ainda de acordo com o site, um professor de oftalmologia disse que a jovem usou mais de 625 lúmens de brilho, quando a recomendação geral é de 300 lúmens. Ele ainda pontuou que durante 2h em uso excessivo do brilho, podem aparecer sintomas como "visão curta, olhos vermelhos, fadiga ocular, olho seco severo, sensação de queimação e sensação de corpo estranho, e então lesões corneanas", explica.
A secretária segue em tratamento com os médicos e a recuperação é lenta.