Mundo

Maconha é retirada de lista de drogas mais perigosas pela ONU

Brasil votou contra a decisão

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou a retirada da maconha de uma lista que a considera uma droga mais perigosa, junto a outras substâncias, como a heroína. A decisão foi oficializada nesta quarta-feira (2), segundo informações do colunista Jamil Chade, do UOL.

A votação da proposta apresentada em 2019 teve 27 países favoráveis e outros 25 contra, incluindo o Brasil. Houve também uma abstenção. Com a aprovação do tratado, cada país pode decidir de qual forma lida com o produto e a sua liberação ou proibição.

O analista político da Transform Drug Policy Foundation, Steve Rolles, disse que a decisão "é o reconhecimento de que (a maconha) tem uso médico". "Isso vai facilitar acesso a remédios e pesquisa", opinou, segundo o UOL.