Mundo

Menina de 3 anos morre congelada após episódio de sonambulismo

A polícia abriu um processo criminal por causar a morte por negligência contra a mãe

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma menina de três anos, identificada como Angelina, foi encontrada morta por sua mãe Svetlana Kuleshova, 23, no corredor da casa onde morava, em Satka, na Rússia. 

De acordo com informações no jornal britânico DailyMail, a garota teve um episódio de sonambulismo à noite e foi para o corredor, que não tem aquecimento e tem uma temperatura de -15°C, lá ela morreu congelada. 

"Coloquei Angelina na cama e ela adormeceu antes da meia-noite. Nós [Svetlana e seu marido] assistimos um pouco à TV e fomos para a cama também. Quando acordamos de manhã, não a encontramos em sua cama. Nós a encontramos no corredor. Ela estava deitada no chão", contou Svetlana para polícia local.

A mãe de Angelina contou que a filha tinha tendência ao sonambulismo e muitas vezes precisavam ajudá-la a voltar para a cama, mas que no dia do ocorrido não perceberam o momento que ela saiu do quarto. 

"Ela era uma sonâmbula. Foi para o corredor e não conseguiu voltar. Provavelmente ela não encontrou a maçaneta da porta no escuro e não pôde entrar novamente", acrescentou a mãe da garota. 

A polícia abriu um processo criminal por causar a morte por negligência contra a mãe, que pode pegar até dois anos de prisão se for condenada.

O oficial da lei local Mikhail Krokhin disse: "A investigação estabeleceu que a menina deixou a área interna da casa sozinha. Ela entrou no corredor onde sofreu de hipotermia e morreu".