Mundo

Menino é enterrado vivo pelos pais adotivos por não decorar versículos da Bíblia

Em uma ocasião, a criança recebeu mais de cem socos e pontapés e teve um tronco pesado rolado sobre o seu corpo

Agência O Globo
- Atualizada em

Um menino de 7 anos foi enterrado vivo pelos seus guardiões legais na neve como punição por não decorar versículo da Bíblia. O caso ocorreu em Manitowoc (Wisconsin, EUA).

Foto: Reprodução
Ethan Hauschultz tinha um histórico de abusos cometidos pelos guardiões, Timothy, de 48 anos, e Tina Hauschultz, de 35, e por seu irmão mais velho, de 15, contou reportagem da "Newsweek".

Em uma ocasião, Ethan recebeu mais de cem socos e pontapés e teve um tronco pesado rolado sobre o seu corpo.

De acordo com legista, o menino morreu de hipotermia. Ele tinha traumas na cabeça, no abdome e no peito e uma costela fraturada.
Foto: Reprodução
Não há informação sobre o grau de parentesco entre a vítima e os guardiões. Também não foi esclarecido por que a guarda foi retirada dos pais biológicos.

"Quando cheguei ao hospital, Ethan não tinha batimento cardíaco e a temperatura dele era de 23 graus. Eu quero justiça", disse Andrea Everett, mãe biológica da vítima.

Timothy, Tina e o irmão de Ethan foram presos. Eles vão responder por homicídio.