Mundo

Menino morre após ser estrangulado pelo cordão de persiana

Ele havia ficado sozinho por um pequeno espaço de tempo enquanto a mãe recolhia as roupas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um garoto de dois anos, identificado como Joey Walker, morreu após ser sufocado pelo cordão de uma persiana. De acordo com informações do jornal britânico Daily Mail, ele havia ficado sozinho por um pequeno espaço de tempo enquanto a mãe recolhia as roupas. O caso aconteceu no ano passado, na Avenida Prince Edward, na Inglaterra. 

A mãe da criança, Chloe Armstrong, encontrou ele inconsciente no quarto. O garoto foi socorrido e chegou a ser internado na unidade de terapia intensiva do Hospital Infantil de Manchester, mas não resistiu e morreu 18 dias depois. Joey teve lesões cerebrais irreversíveis.

A investigação policial aponta que não houve circunstâncias suspeitas e nenhuma prisão foi feita. "A investigação estabeleceu que o cordão cego instalado por um inquilino anterior não era um cordão de segurança em funcionamento, que se quebraria se fosse aplicada pressão indevida", dizia o relatório.  

Chloe Armstrong contou para a imprensa local que a persiana estava quebrada e havia apenas sido amarrada antes dela se mudar. "Joey estaria vivo agora se a casa não tivesse sido alugada novamente com um cabo cego defeituoso".