Mundo

Menino passa por cirurgia arriscada após ficar com a língua presa em garrafa

De acordo com os médicos, Riley corria risco de morte, pois sua língua não parava de inchar

Agência O Globo

Um menino de 6 anos foi submetido a cirurgia de emergência após ficar com a língua presa na boca de uma garrafa quando bebia água. De acordo com os médicos, Riley corria risco de morte, pois sua língua não parava de inchar.

Clare Wooff, contou o "Daily Mirror", ficou sem chão quando os médicos disseram que o filho poderia morrer na mesa de cirurgia por causa da urgência do caso. A língua poderia necrosar e inchar tanto que impedisse o menino de respirar.

Foto: Reprodução/Facebook(Clare Wooff)
Tudo começou quando Clare estava dirigindo rumo a um shopping no último sábado (20/7). De repente, ela começou a ouvir o filho, que estava no banco de trás, fazer estranhos sons.

Foto: reprodução
Ao ver o menino em apuros, Clare estacionou. Ela achava que libertaria

Riley facilmente da agonia. Não foi assim. A inglesa dirigiu rapidamente

para a emergência do Lancaster Royal Infirmary, em Lancashire

(Inglaterra).

A língua continuava inchando e ficando escura. Preocupados, médicos tentaram remover o objeto sem sedar o menino. Nada feito.

Durante a cirurgia, dez profissionais foram envolvidos. E ela foi bem-sucedida.



"Foi o dia mais assustador das nossas vidas", desabafou a inglesa, de 33 anos.

A rede de supermercados Sainsbury’s, que vendeu a garrafa, prometeu analisar cuidadosamente a segurança do produto, após o alerta dado por Clare.