Mundo

Morre jovem que viveu à base de arroz e pimenta por cinco anos

Ela e o irmão sobreviviam com cerca de R$ 180 por mês

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A jovem Wu Huayan, de 24 anos, pôde descansar na última segunda-feira (13). A chinesa faleceu após passar os últimos meses de vida internada em decorrência de desnutrição. O caso chocou o país quando Wu expôs as dificuldades pelas quais ela e o irmão passavam.

Wu divulgou a história de vida dela ao Chongqing Morning Post. Ainda criança, ela perdeu a mãe quando tinha quatro anos, e o pai quando ela e o irmão estavam na escola. Eles então foram criados pela avó e depois por um casal de tios que só tinham condições de dar cerca de 300 yuans por mês (cerca de R$ 180).

Foto: Reprodução

No entanto, o dinheiro era usado principalmente para pagar despesas médicas do irmão de Wu, que sofre problemas de saúde mental. Com essa situação, a jovem separava apenas dois yuans por dia (cerca de R$ 1,20), o que lhe permitia comer basicamente arroz e pimenta por um período de cinco anos. Ao ser internada, Wu pesava 20 quilos e media 1,35m ao ser internada após indicação médica, em outubro de 2019. Segundo a BBC, os especialistas disseram que ela tinha problemas no coração e nos rins, devido às restrições alimentares que ela passava.

A jovem disse que expôs a situação ao ver o pai e a avó morrerem porque não tinham dinheiro para tratar problemas de saúde. "Não quero passar pela mesma coisa, ser obrigada pela pobreza a esperar pela morte", desabafou à imprensa chinesa na época. Ela teria perdido até os cílios e metade dos cabelos em decorrência da desnutrição, segundo os médicos.