Mundo

Mulher é condenada após esfaquear o filho recém-nascido até a morte

Vítima foi esfaqueada cerca de 22 vezes e ficou com cortes no pescoço, tórax e abdômen

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma mulher de 30 anos, identificada como Anastasia Skorychenko, foi condenada a dois anos de prisão  por esfaquear o próprio filho recém-nascido até a morte com uma tesoura de unha. Ela confessou o crime durante a audiência, que foi realizada em um tribunal em Mykolaiv, sul da Ucrânia, no dia 5 de janeiro. As informações são do jornal britânico Daily Mail. 

A vítima foi esfaqueada cerca de 22 vezes e ficou com cortes no pescoço, tórax e abdômen. O corpo foi colocado em um saco plástico e jogado em um contêiner de lixo. Na audiência Anastasia explicou que o bebê era "indesejado" e que ela não tinha dinheiro para cuidar dele, pois já tinha duas filhas, de 4 e 7 anos. 

Anastasia Skorychenko aproveitou que as pessoas que moravam com ela (as filhas e avó) estavam dormindo para cometer o crime. Ela deu à luz sozinha ao bebê e depois o matou. 

O corpo do recém-nascido foi encontrado no dia seguinte por uma moradora da região, que acionou uma ambulância e a polícia. Anastasia  foi presa horas depois. 

De acordo com informações da imprensa local, os juízes levaram em consideração o fato de que a mãe admitiu sua culpa e suavizou sua decisão.