Mundo

Mulher é presa após furtar cartão de paciente prestes a morrer de Covid-19

Ela teria colocado gasolina no carro, além de fazer compras

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma mulher de 43 anos foi presa suspeita de furtar o cartão de crédito de um paciente que estava com coronavírus e em estado grave. Danielle Conti trabalhava como enfermeira no Staten Island University Hospital North, em Nova York (EUA), segundo o jornal "NY Daily News".

O caso aconteceu no início de abril. A suspeita pegou o cartão de crédito de Anthony Catapano, de 70 anos. Ele estava em estado grave e morreu no dia 12 de abril. Segundo o NY Daily News, três dias antes, Danielle usou o cartão da vítima para colocar gasolina no carro e fazer compras no supermercado.

"Não acredito que alguém possa ter feito isso com alguém que lutava pela vida", disse a filha de Anthony, Tara Catapano, ao NY Daily News, e completou. "Ela (Danielle) é um ser humano desprezível". Danielle foi indiciada na última quinta-fera (7).