Mundo

Mulher faz cirurgia para retirada de tumor e descobre verme gigante no fígado

Tinha tênia echinococcus multilocularis enrolada no fígado de Cassidy há pelo menos dez anos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma canadense de 36 anos, identificada como Cassidy Armstrong, foi diagnosticada com um tumor fatal no fígado após sentir dores no abdômen por anos. Porém, na cirurgia para retirada do tumor, a equipe médica encontrou um verme gigante. O caso aconteceu em Alberta, no Canadá. As informações são do jornal britânico Daily Star.

De acordo com o Daily Star, Cassidy passou anos sofrendo com dores no lado direito do abdômen Ela fez exames de sangue e de raio-x, porém nada foi encontrado de anormal. Em 2019, os sintomas pioraram e a mulher chegou a perder 11 kg.

Cassidy precisou fazer um exame de ultrassom, onde os médicos identificaram uma massa gigante no fígado e a diagnosticaram com carcinoma fibrolamelar, um câncer de fígado raro.

"Estava me preparando para o pior", contou Cassidy Armstrong, em entrevista ao programa de TV Today, do canal americano NBC, após receber o diagnóstico.

Diante do diagnóstico, os médicos resolveram operar a canadense com receio do tumor evoluir. Em uma cirurgia, foi retirado a massa gigante, junto com  a vesícula biliar, dois terços do fígado e alguns nódulos pulmonares.

Exame da canadense (Foto: reprodução)

A massa retirada passou por exames, que dias depois foram entregues para a paciente, e os médicos constaram que não era um tumor. Tinha tênia echinococcus multilocularis enrolada no fígado de Cassidy há pelo menos dez anos.

Ainda segundo o jornal, o parasita causa uma doença chamada equinocose alveolar, por causa disso a canadense terá que tomar medicamentos por toda vida.