Mundo

Mulher mata filha de três anos a marteladas

A criança foi encontrada em uma poça de sangue pelo pai

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Uma mulher, identificada como Natalia Petunina, é acusada de matar a própria filha de três anos a marteladas. O caso aconteceu na última sexta-feira, na cidade de Kirovgrad, na Rússia. De acordo com o Jornal Mirror, a mulher teria atacado a filha após tomar uma overdose de antidepressivos. 

Ainda segundo o jornal, a criança foi encontrada em uma poça de sangue pelo pai. O pai chegou a acionar a ambulância, mas os paramédicos chegaram e anunciaram que a menina já estava morta. 

Os especialistas forenses contaram que a criança morreu após ser atingida várias vezes com um martelo na cabeça.