Mundo

Mulher morre após cinco horas de sexo sem interrupção

A vítima que não foi identificada tinha o apelido de "A Fera"

Agência, O Globo

Uma mulher de 32 anos morreu em um motel de Cáli (Colômbia) após passar mal depois de cinco horas de "sexo intenso" sem interrupção.

A vítima, que não foi identificada e que tinha o apelido de A Fera, sofreu um ataque cardíaco. O parceiro, também sem nome divulgado, chamou o serviço de emergência.

Porém, como o socorro demorou a chegar, o homem levou a parceira à emergência de um hospital universitário. Mas os médicos nada puderam fazer, já que a colombiana já chegou morta.

A polícia descobriu, segundo o jornal "La República", que A Fera e o parceiro usaram drogas para prolongar a relação sexual.