Mundo

Mulher passa mal por meses e descobre ter camisinha no pulmão; entenda

Paciente chegou a receber prescrição de antibióticos e tratamento antituberculose

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Uma mulher de 27 anos, que não teve o nome divulgado, deu entrada em um hospital com sinais de tuberculose e, após a realização de exames, descobriu que tinha uma camisinha em seu pulmão. Médicos indianos descreveram o incidente em um estudo publicado no jornal científico da National Library of Medicine. 

De acordo com o estudo, na primeira consulta a mulher se queixou de tosse, febre e acúmulo de muco, que já persistia por dois meses. Ela também relatou que já havia recebido prescrição de antibióticos e tratamento antituberculose, mas os sintomas não passaram. 

A mulher fez uma avaliação para identificar se ela tinha tuberculose, mas o teste deu negativo. Depois, em uma análise do tórax por meio de um raio-x, os especialistas notaram uma "estrutura semelhante a uma bolsa invertida 'parada' no brônquio". 

Raio-x de pulmão após inalação de camisinha | Foto: Reprodução/C. L. Arya, R. Gupta, V. Arora/Semantic Scholar

Os médicos removeram cirurgicamente a "bolsa" e perceberam que se tratava da camisinha. Ao ser questionada sobre como a camisinha foi inalada, a paciente relatou uma vez que fez oral no marido. 

"Eles [marido e mulher] podiam se lembrar que a camisinha se soltou durante o ato e, naquele momento, a mulher também havia passado por um episódio de espirro ou tosse", descreveram os médicos.

Conforme o relato, após a cirurgia, alguns pequenos pedaços da camisinha permaneceram presos no pulmão. A mulher provavelmente será examinada novamente, em um procedimento de broncoscopia, que avalia a traqueia, os brônquios e parte dos pulmões.