Mundo

Namorada de marinheiro é encontrada seminua em armário de base militar

Homem usou até placa para conseguir manter o segredo com a amada

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Uma mulher foi encontrada escondida no guarda-roupas de um militar da base de Yeovilnton, Inglaterra, pertencente a Marinha Real Britânica. Apesar das desconfianças sobre a origem dela, a "invasora" na verdade é namorada de um marinheiro que tomava conta do quarto. As informações são do jornal britânico The Sun.

O homem tentou até disfarçar o local com uma placa com os dizeres: "Não entre, eu mesmo estou fazendo a limpeza". No entanto, uma denúncia de cheiro de perfume feminino levou outros oficiais a fazerem buscas, até que a amada foi encontrada em um armário, seminua, escondida atrás de roupas.

De ascendência asiática, ela ficou sob suspeita de ser espiã por conta de tensões envolvendo China e Reino Unido. Ela foi interrogada pelos oficiais, mas conseguiu comprovar a cidadania europeia através de documentos e assumiu ser namorada de um militar há dois anos. Ela foi liberada, porém expulsa do Reino Unido.

Já o marinheiro pode até ser preso por violação de segurança. Ele confessou ter levado a amada para dentro da base após o fim das férias de Natal, escondendo-a no porta-malas do carro.