Mundo

Noiva finge ter câncer terminal para ter casamento pago por instituição

Mulher pode ser condenada a até 3 anos de prisão pela fraude

Agência, O Globo

Carla Louise Evans, de 29 anos, estava planejando se casar, mas faltava um detalhe fundamental: dinheiro. Então, ela decidiu apelar à instituição de caridade Wish For A Wedding, que financia casamentos para doentes com doenças terminais.

A moradora de Manchester (EUA), que tem dois filhos, entrou em contato com a entidade e alegou ter câncer em estágio avançado.

Foto: Reprodução

A Wish For A Wedding aprovou a liberação de 15 mil libras (cerca de R$ 71 mil) para o casamento de Carla. Ela só teria que entrar com R$ 2.350. Para isso, a noiva preencheu um formulário e anexou laudo com a assinatura de um médico de hospital em Newport atestando que a "paciente" estava com câncer e tinha o fígado já bastante comprometido.

Tudo falso, revelou reportagem do "Manchester Evening News". A instituição suspeitou de Carla e decidiu acionar a polícia. Agentes descobriram, então, que a galesa sequer tinha ficha no Royal Gwent Hospital, em Newport.

Pressionada, Carla confessou a fraude. Agora, ela pode ser condenada a até 3 anos de prisão.