Mundo

Noivo é baleado a caminho do altar, passa por cirurgia e volta para se casar

Noivo foi baleado no ombro e levado às pressas para o hospital

Agência O Globo

Um noivo indiano baleado por dois atiradores enquanto seguia de carruagem para seu casamento, em Nova Délhi, passou por uma cirurgia no hospital e subiu ao altar três horas depois para confirmar o matrimônio, anunciou nesta quarta-feira a polícia local.

Dois criminosos ainda não identificados se misturaram à carreata de convidados do casamento, que dançavam em uma procissão nas ruas em volta do noivo de 25 anos. O grupo estava a caminho da cerimônia quando a dupla subiu na carruagem e abriu fogo antes de fugir do local.

O noivo foi baleado no ombro e levado às pressas para o hospital. Os médicos estancaram o sangramento, mas não conseguiram retirar a bala sem um maior procedimento cirúrgico. Mesmo enfaixado, o homem de 25 anos deixou o pós-operatório, voltou aos braços da noiva três horas depois do incidente e participou do ritual de casamento.

"A bala está alojada entre os ossos do ombro", destacou à agência France Presse o investigador da polícia de Nova Délhi Vijay Kumar.

A polícia faz buscas pelos dois assaltantes e investiga a motivação do ataque. Os investigadores não acreditam que tenha sido um ato aleatório de violência.

Várias cidades indianas vivem uma onda de casamentos. Começou na semana passada a temporada tradicional de matrimônios no país.


Em abril, um noivo foi baleado e morto no estado de Uttar Pradesh durante o casamento. O assassinato foi flagrado em vídeo. Em 2016, um noivo morreu com um tiro disparado por acidente por um convidado que acompanhava a carreata para a cerimônia, no mesmo estado.