Mundo

Paramédica sofre ataque sexual de paciente em ambulância logo após atendê-lo

Paciente suspeito foi atendido com ferimentos após uma briga

Fernando Moreira, da Agência O Globo

Uma paramédica foi atacada sexualmente por um paciente pouco após atendê-lo em ambulância parada em rua de Londres (Inglaterra). Lizzie Smith, de 25 anos, havia acabado de prestar os primeiros socorros a Sabeh Shalmair, que tinha ferimentos no rosto decorrentes de uma briga.

Inicialmente, Sabeh começou a dizer coisas desconfortáveis. Depois, quando a paramédica se virou para jogar um material no lixo, ela foi agarrada pelo paciente nas nádegas.

Policiais, que ainda estavam na cena da briga, deram imediata ordem de prisão contra Sabeh. Ele foi multado e posto em uma lista de agressores sexuais por cinco anos.

Foto: Divulgação/London Ambulance Service

O caso ocorreu em junho. Lizzie abriu mão do direito ao anonimato para denunciar casos de abuso sofridos por profissionais da Saúde.

"Eu me senti mal, eu fiquei com raiva, eu não disse nada", desabafou Lizzie à ITV. Segundo ela, abusos já viraram "parte da profissão", especialmente no turno noturno.

De acordo com o sindicato da área médica, profissionais que trabalham em ambulâncias sofrem 14.441 abusos físicos entre 2013 e 2018.
Foto: Reprodução/ITV