Mundo

Presidente do McDonald's é demitido após se relacionar amorosamente com funcionária

A empresa considerou que ele 'violou a política' da rede de fast-food

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O McDonald's demitiu o presidente executivo da empresa (CEO, na sigla em inglês), Steve Easterbrook, de 52 anos, após ele manter uma relação amorosa com uma funcionária. A empresa considerou que ele 'violou a política' da rede de fast-food.

No comunicado enviado à imprensa, a multinacional afirmou que o CEO "demonstrou mau julgamento, se envolvendo em um recente relacionamento consensual com uma funcionária". Ela não foi identificada.

De acordo com a agência Reuters, Steve Easterbrook escreveu em um e-mail
"Isso foi um erro" enviado aos funcionários da McDonald's neste domingo (3). "Dados os valores da empresa, concordo com o conselho que é hora de seguir em frente", finalizou.

A multinacional anunciou Chris Kempczinski, 51, para o cargo de CEO e presidente da empresa.