Mundo

Protagonista do filme 'A Culpa é das Estrelas' é acusado de estupro

Relato de jovem foi feito através de conta no Twitter

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O ator Ansel Elgort, conhecido por Augustus Waters no filme "A Culpa é das Estrelas", foi acusado de estupro através de uma conta no Twitter. A garota chamada Gabby afirma ter sido violentada quando tinha 17 anos pelo ator.

Segundo ela, a história veio à tona para ela "se curar". "Eu fui abusada sexualmente dias depois de completar 17 anos de idade. Ele estava na casa dos 20. Ele sabia o que estava fazendo. Eu não estou postando isso para ganhar fama, porque eu simplesmente não me importo com isso. Estou postando para que eu possa finalmente me curar e porque sei que não estou sozinha e ele fez isso com outras garotas. Ansel Elgort abusou sexualmente de mim quando eu tinha 17 anos", explicou Gabby.

A garota também disse que conheceu o ator pelo Snapchat. "Então quando aconteceu, ao invés de me perguntar se eu queria parar de transar já que ele sabia que era minha primeira vez e eu estava soluçando de dor e não queria fazer isso, as únicas palavras dele para mim foram 'precisamos arrombar você'. Eu não estava lá naquele momento mentalmente. Eu dissociei de mim mesma e senti como se minha mente estivesse distante, eu não podia ir embora, eu tinha 1,57cm e 44kg. Ele me fez pensar que é assim que sexo deveria ser", relatou a jovem.

Ansel Engort fez "A Culpa é das Estrelas" (Foto: Reprodução/Instagram)

Além disso, Gabby também mencionou outros comportamentos de Elgort.  "Eu era tão nova e ele sabia disso. Ele também disse coisas como 'você vai ser uma moça tão bonita quando for mais velha'. Eu tinha 17. Ele não fez só isso, mas também me pediu nudes. Eu tinha só 17. Ele também pediu para fazer uma ménage comigo e uma das minhas 'amigas de dança', que também eram menores de idade, e eu não contei para ninguém porque ele me disse que isso poderia 'arruinar a carreira dele'. Passei meses me perguntando o que tinha feito de errado. Me perguntando porquê me senti tão usada", conta.

"Anos depois tenho estresse pós-traumático, ataques de pânico, faço terapia. Finalmente estou pronta para falar sobre isso e finalmente posso me curar. Só quero me curar e quero dizer para outras garotas que passaram pela mesma merda que eu que você não está sozinha. É demais pra mim vir aqui e contar minha história, mas sei que é necessário. Tem muito mais na minha história, eu simplesmente não quero postar tudo. Vou postar prints e fotos minhas com ele abaixo", finalizou a jovem.