Mundo

Quer morar fora? Canadá deve conceder 340 mil vistos de residência permanente em 2020

Candidatos têm que comprovar proficiência na língua inglesa. Formação acadêmica e experiência profissional também pesam

Agência O Globo

O Canadá é um dos destinos preferidos de brasileiros que buscam uma vida melhor fora do país, para morar, estudar, investir e fazer negócios. O país seduz por ser multicultural, com pessoas falando inglês sem sotaque, dólar mais barato, educação de qualidade e oportunidades de carreira e desenvolvimento profissional.

Foto: Reprodução
O país tem muito a oferecer, mas também tem uma  alta exigência na hora de selecionar seus imigrantes. Empresas canadenses buscam profissionais capacitados, e o governo calcula que o Canadá precisará de, no mínimo, 300 mil pessoas todos os anos para manter seu crescimento econômico.

O objetivo é aumentar gradativamente o número de imigrantes no país, e a expectativa é elevar a concessão do chamado Permanent Residency  (PR), o visto de residência permanente, para 341 mil pessoas, em 2020, e 350 mil, em 2021.

A maior dificuldade do brasileiro para se candidatar à imigração está no idioma, a proficiência na língua inglesa deve ser comprovada por meio de testes oficiais, que são a porta de entrada para iniciar seu processo de imigração.

— O que o Canadá faz é uma campanha forte para atrair mão de obra qualificada, uma oportunidade também para os brasileiros — ressalta Ed Santos, consultor de imigração e sócio e cofundador da Canadá Intercâmbio.

De acordo com consultor, o governo canadense analisa seis critérios para conceder o visto: idade, formação acadêmica, experiência profissional, proficiência idiomática, possível oferta de emprego e, conforme o caso, uma vivência prévia no país. A partir disso, são atribuídas notas a esses critérios. No caso da idade, por exemplo, o ideal é ter até 29 anos. Já na formação acadêmica, pessoas com dois diplomas de ensino superior têm preferência.


Ensino
Conseguir uma bolsa de estudos é a porta de entrada para a maioria dos brasileiros que têm a intenção em residir temporariamente no Canadá. Os tipos de cursos disponíveis para estrangeiros vão desde programas de inglês e francês até cursos de ensino superior ministrados em instituições de ensino públicas e privadas.

Para estudar em um programa de ensino superior no Canadá, um estrangeiro precisa geralmente solicitar um visto de estudos chamado “Study Permit” (Permissão de Estudos), que envolve diversas exigências, tais como: comprovação financeira, genuinidade da intenção de estudos, vínculos com o país de origem e histórico de viagens internacionais, entre outros.

Residência permanente

Existem diferentes processos e categorias para solicitar a residência permanente, como o famoso Express Entry, os processos provinciais, como por exemplo o BCPNP (Processo de Imigração da Província da Colúmbia Britânica).

O processo mais procurado por potenciais imigrantes é o Express Entry. O sistema online que atribui uma pontuação aos diferentes detalhes do perfil de um potencial imigrante.

Os fatores que recebem atribuição de pontos são a idade, a proficiência em um dos idiomas oficiais (inglês e/ou francês), os anos de experiência de trabalho qualificado e a formação acadêmica, entre outros. Periodicamente, o governo canadense realiza rodadas de convite aos potenciais imigrantes que têm maior pontuação no sistema do Express Entry.