Mundo

Racismo: Militante extremista joga bananas em ministra negra na Itália

Este não é o primeiro caso do gênero envolvendo Cécile Kyenge, que já chegou a ser comparada a um orangotango

Da editoria de Notícias & Empregos
Após ser nomeada, em abril, a primeira ministra negra da Itália, Cécile Kyenge, que nasceu na República Democrática de Congo, vem sofrendo com atitudes racistas.
Nesta sexta-feira (26), um militante de extrema direita Força Nova atirou bananas contra a autoridade, fato que fez Cécile lamentar através do Twitter.
"A coragem e o otimismo para mudar as coisas tem que vir, acima de tudo, de baixo para cima para alcançar as instituições", postou.
No início deste mês, o vice-presidente do Senado italiano, Roberto Calderoli, da Liga Norte, chegou a comparar a ministra com um orangotango.