Mundo

Vale tudo no trabalho: policiais simulam sexo em reconstituição de crime e viralizam

O caso está sendo tratado como atentado ao pudor e crime cibernético

Fernando Moreira, da Agência O Globo

As redes sociais da Tailândia foram inundadas recentemente com imagens de um casal fazendo sexo à beira de uma quadra de tênis na prestigiada Universidade de Kasetsart, em Bangcoc, a capital do país asiático. Para não ter que exibir os vídeos a possíveis testemunhas durante a investigação, policiais simularam a posição em que os dois jovens se filmaram. Uniformizados, é claro.

Foto: reprodução
A polícia acredita que as cenas tenham sido feitas sob encomenda para abastecer o mercado pornô externo. O registro da reconstituição bombou nas redes tanto quanto as cenas picantes reais.

O caso está sendo tratado como atentado ao pudor e crime cibernético, o que pode levar à prisão e ao pagamento de multa.

"Identificamos que o casal fez vídeos em diferentes localidades e os postaram em sites adultos para ganhar dinheiro. Esse comportamento é ilegal e imoral", disse Sarawut Butrdee, tenente-coronel da polícia local, de acordo com o site "Unilad".