Mundo

Vidente que teria previsto acidente de Campos rebate críticas: "Contra provas, não há argumentos"

Equipe que trabalhava na campanha de Campos disse que nunca tomou conhecimento do documento

Da Redação (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Vidente (Foto: Divulgação)
O vidente Jucelino Nóbrega da Luz se manifestou depois que algumas inconsistências em sua afirmação de que em 2005 escreveu e mandou uma carta ao governo de Pernambuco alertando sobre o acidente que matou Eduardo Campos, ex-governador do estado e candidato do PSB à presidência, este ano.

"A internet é um veículo de comunicação acessível. É um direito de cada um falar o que quer. Mas contra provas, não há argumentos. Se nem Cristo agradou todo mundo, por que eu vou querer agradar?", afirmou Jucelino em entrevista ao Extra.

À reportagem, Jucelino, que atualmente mora em Águas de Lindóia, interior de São Paulo, falou sobre o caso. O vidente de 54 anos disse que enviou a correspondência em 15 de junho de 2005, e mostra uma imagem para provar - porém, é possível ver outro comprovante de envio por trás da carta, como marca d'água, com data de 2014.

Questionado, Jucelino não quis divulgar o número de rastreamento que os Correios informam aos clientes, o que poderia comprovar a data de envio. Ele também disse que tem em mãos outras provas de que fala a verdade, mas que só divulgaria diante de um pedido da Justiça. "Não tenho interesse de provar nada a ninguém. Até hoje não tenho nenhum processo contra a minha pessoa".

Uma pessoa da equipe que trabalhava na campanha de Campos disse que nunca tomou conhecimento do documento e afirmou que o candidato "não daria ouvidos" à previsão. "Eduardo era uma pessoa muito religiosa. Ele não daria legitimidade para este tipo de coisa".

No texto, o vidente escreve diretamente para Eduardo Campos. "Esse é um sinal de que sua vida corre perigo". Também chama atenção o fato do destinatário da carta ser o governo de Pernambuco - na época, Campos ainda era ministro de Ciência e Tecnologia. Jucelino justifica: "Não está escrito 'ao governador' e sim 'ao governo'. Queria apenas que a carta chegasse às mãos dele".
(Foto: Divulgação)


Mais documentos

Jucelino também mostrou uma lista de previsões para este ano que teria sido registrada no Tabelião de Notas e Protestos de Água de Lindóia, em 5 de junho de 2006 - incluindo o suicídio do ator Robin Williams, que ele afirma que viu em um sonho.Uma funcionária do Tabelionato de Notas e Protesto de Letras e Título, em Águas de Lindóia, informou que não é possível afirmar se Jucelino autenticou ou não a carta no cartório. "Eu autentico, verifico com a original e devolvo autenticada. O documento não fica aqui, não há um registro do que é autenticado aqui". Segundo a funcionária, o vidente é conhecido na cidade. "Já vieram várias televisões, até do Japão, procurar a gente e tentar descobrir. É engraçado porque ele prevê, aí só quando acontece é que as cartas vem à tona. Não é engraçado?", provoca.

Matéria Original: Correio 24h
"Vidente que teria previsto acidente de Campos rebate críticas: "Contra provas, não há argumentos"