Mundo

Virgem é preso após ameaçar matar 'o maior número de mulheres possível'

"Estou pronto para morrer e vou resolver o problema da rejeição", escreveu o homem em uma rede social

Fernando Moreira, da Agência O Globo
Um homem de 27 anos, morador de Denver (Colorado, EUA), foi preso no sábado (19/1), após postar em rede social um plano para matar o maior número possível de mulheres.
"Tudo o que eu queria era uma namorada, não mil. Nunca tive uma namorada, e ainda sou virgem", escreveu Christopher Wayne Cleary em sua conta no Facebook.
Christopher Wayne Cleary Foto: Divulgação/Utah County Major Crime Task Force
"Estou pronto para morrer e vou resolver o problema da rejeição matando quantas mulheres eu puder. Não há nada mais perigoso que um homem pronto para morrer", acrescentou.
A polícia de Denver recebeu várias ligações de mulheres preocupadas com a postagem. E resolveu agir, principalmente após descobrir que Christopher estava em Provo (Utah, EUA), onde, no fim de semana, aconteceria uma marcha de mulheres.
Em delegacia, o americano confirmou a virgindade e disse que estava "irritado e sem pensar" quando fez a postagem.
Christopher foi indiciado por ameaça de terrorismo, de acordo com o "NY Post".
A polícia viu semelhança com o caso de Elliot Rodger, classificado como um celibatário involuntário, que matou seis pessoas em 2014, em Santa Barbara (Califórnia, EUA).