Mundo

Xerife chama de 'heroína' garota de 13 anos que escapou de cativeiro; entenda

Além de escapar de cativeiro após 3 meses desaparecida, Jayme Closs ainda ajudou a polícia a solucionar o caso

Agência, O Globo

A menina americana Jayme Closs, de 13 anos, escapou do cativeiro onde era mantida refém há três meses. O sequestrador Jake Patterson, de 21 anos, também é acusado de ter assassinado os pais de Jayme - James e Denise Closs - quando a raptou. Segundo o xerife Chris Fitzgerald, responsável pelas investigações, a própria Jayme é a heroína de sua história, já que ela ajudou a solucionar o caso.

O xerife Fitzgerald elogiou a “vontade de viver” da jovem. Jayme escapou da casa na área rural onde foi mantida em cativeiro, na cidade de Gordon, a aproximadamente 100km de sua casa, em Barron, todas ciddes do estado de Wisconsin (EUA). O sequestrador não estava no local quando ela conseguiu escapar, conta o xerife. Jayme conversou com os investigadores na sexta, depois de passar a noite de quinta em um hospital fazendo avaliações médicas.

Jayme Closs (direita), de 13 anos, já reunida com sua tia e madrinha, Jennifer Smith. Foto: Reprodução

Entenda o Caso

Jayme foi encontrada na quinta-feira. Andando pelas ruas, enfrentando uma temperatura média de -9ºC, os cabelos desgrenhados e sapatos maiores que seu tamanho, ela encontrou Jeanne Nutter, que passeava com o cachorro. Juntas, elas bateram na primeira casa que encontraram, residência de Peter Kasinskas.

Foto: Reprodução

- Era como ver um fantasma - contou à imprensa Peter Kasinskas, que acolheu a jovem em sua casa até a chegada da polícia. - Ela estava em estado de choque.

O sequestrador Jake Patterson, de 21 anos, planejou o crime meticulosamente. Ele chegou a raspar a cabeça para ficar careca com o objetivo de evitar deixar vestígios na cena do crime, contou o xerife Fitzgerald.

— O alvo era Jayme — afirma o agente. — O suspeito tinha intenções específicas de sequestrar Jayme e investiu esforços na preparação do crime.

Sequestrador foi pego caçando a menina

Menos de 15 minutos depois de Jayme dar informações para as autoridades, seu sequestrador foi preso com base na descrição que ela deu do veículo dele.

- O suspeito estava dirigindo pelas ruas, procurando por ela, quando policiais fizeram contato. - Disse o xerife Fitzgerald na entrevista coletiva, afirmando que a polícia não tem outros suspeitos para este caso.

Foto: Reprodução

A polícia agora tenta entender o que levou Patterson a mirar em Jayme, que afirma nunca tê-lo visto antes.

— Nós não acreditamos que exista uma conexão entre os dois em redes sociais e agora queremos entender como ele chegou a ela. Nada nesse caso aponta que o suspeito conhecesse alguém na família Closs, ou que sequer tenha tido contato com eles.