Mundo

Youtuber é condenado a 10 anos de prisão por receber pornografia infantil

Influenciador teria usado as redes sociais para ter persuadir jovens a compartilharem conteúdo sexual ao menos 30 vezes

Agência, O Globo

O youtuber americano Austin Jones foi condenado a dez anos de prisão por receber pornografia infantil. Em fevereiro deste ano, o cantor, que ficou famoso a partir da publicação de seus vídeos no Youtube, admitiu ter incentivado fãs na faixa dos 14 anos a enviarem conteúdo sexualmente explícitos entre 2016 e 2017. Austin já tinha sido preso em junho de 2017.

Segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, o cantor convenceu os fãs menores de idade a enviarem vídeos íntimos alegando que esta seria uma forma deles provarem sua lealdade. Ele prometeu, também, que ajudaria alguns a iniciarem uma carreira como modelos. No total, Jones teria usado as redes sociais para ter persuadir jovens a compartilharem conteúdo sexual ao menos 30 vezes.

Foto: Reprodução

"As ações de Jones tiraram algo de suas vítimas e de suas famílias que eles nunca conseguirão recuperar", declarou a advogada Katherine Neff Welsh no memorando de condenação do distrito de Illinois, nos Estados Unidos.