Mundo

Youtuber é preso acusado de matar a namorada grávida para ter audiência em live

"Valya, você está viva? Minha coelhinha, o que há com você?", dizia o rapaz

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um youtuber russo foi preso acusado de matar a namorada Valentina Grigoryeva, de 28 anos, que estava grávida. A jovem foi forçada a ficar de calcinha e sutiã em uma varanda com temperatura abaixo de zero para entreter os seguidores de Stas Reshetnikov, 30, e alavancar a audiência do canal chamado ReeFlay. As informações são do jornal The Sun.

Na ocasião, Stas Reshetnikov se filmou arrastando o corpo da mulher até o sofá de sua sala. "Valya, você está viva? Minha coelhinha, o que há com você? Valya, Valya, droga, você parece que está morta! Coelhinha, por favor, diga alguma coisa!", disse ele. "Companheiros, sem pulsação... ela está pálida. Não está respirando", disse. 

Foto: reprodução

A live continuou ocorrendo enquanto  ele chamava a ambulância e ela era atendida por paramédicos. A causa da morte está sendo investigada e se for confirmada hipotermia o youtuber pode pegar no mínimo dois anos de prisão.

Ainda segundo informações do jornal, o youtuber recebeu uma doação de 800 euros (aproximadamente R$ 5 mil reais) de um dos inscritos em seu canal para deixar a mulher na varanda. Em outras ocasiões, ele já havia abusado Valentina em troca de dinheiro e até atacado a namorada com spray de pimenta.