Acordo entre André Gonçalves e a filha inclui vídeo de retratação: ‘Não fui presente’


Foto: Reprodução/ Instagram

O ator André Gonçalves afirmou nesta sexta-feira que chegou a um acordo sobre suas dívidas de pensão alimentícia com a filha mais velha, Manuela, de 23 anos, e a mãe dela, a atriz Tereza Seiblitz. O trato entre as partes inclui um vídeo de retratação no qual o artista admite não ter cumprido compromissos assumidos anteriormente.

André começa o vídeo afirmando que pretende se retratar por “declarações injustas” feitas a respeito de Manuela.

— Declaro ainda que Manuela nunca tentou me prender, como eu disse em uma entrevista no YouTube em dezembro de 2021. Manuela inclusive propôs um acordo para que eu não fosse preso em 2020. Eu aceitei mas acabei não cumprindo — diz.

Em seguida, o ator explica que Manuela chegou a propor um acordo para que ele não fosse preso, em 2020. André aceitou mas acabou não cumprindo. O artista também pontuou que sua filha assumiu o processo judicial para o pagamento da dívida porque havia completado 18 anos, tornando-se maior de idade.

— Venho desde muitos anos lidando com o assunto por meio de advogados por iniciativa minha. Dentro deste período deixei de pagar o combinado diversas vezes e hoje eu percebo que quando eu deixei de pagar os alimentos, a mãe dela teve que se responsabilizar por isso sozinha — declarou.

— A situação em que me encontro agora não é por culpa dos meus filhos e sim consequência das minhas escolhas. Eu não fui presente na criação da Manuela, faltei a compromissos e fiz com Manuela me esperasse diversas vezes e, em muitas delas, não compareci. Pensão não é favor. Pensão é obrigação, é o dever de um pai e o direito de um filho — finaliza.

De acordo com o ator, ele e a filha chegaram a um acordo para o pagamento da dívida que, atualmente, é de R$ 136.018,34. André Gonçalves disse que foi dado um prazo três anos para que ele possa se recuperar financeiramente e retomar a quitação. Neste período, a dívida fica congelada.

Recentemente, Manuela produziu um filme sobre o tema “ausência paterna”, baseado em suas vivências pessoais. O média-metragem será apresentado como trabalho de conclusão do curso Comunicação Social/Cinema na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

“Chorei muito editando esse filme, durante todo o processo”, desabafou a jovem, em publicação nos Stories do Instagram. “O filme é sobre ausência paterna e seus desdobramentos”, contou ela, em outro post, alegando que não disponibilizará o filme nas redes, por enquanto, “porque tem assuntos bem delicados”, como justificou.

André Gonçalves cumpriu 60 dias de prisão domiciliar por dívidas de pensão alimentícia de sua outra filha, Valentina, em processo movido por sua ex-mulher, a jornalista e atriz Cynthia Benini.

O ator retirou a tornozeleira eletrônica no dia 6 de setembro. A prisão domiciliar havia sido decretada pela Justiça de Santa Catarina.

Leia mais sobre Celebridades em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias