Camila Pitanga fala sobre boicote à 'Babilônia'


Não é novidade que ‘Babilônia’ tem passado por uma forte crise na audiência e algumas mudanças já foram feitas para tentar reverter o caso. Em entrevista à ‘Glamurama’, Camila Pitanga, uma das protagonistas da trama, comentou sobre o boicote de algumas pessoas à novela por abordar temas como a homossexualidade e prostituição.
“Confio muito no nosso trabalho, na trama. Tem uma questão: a gente está vindo de um grande sucesso, que foi ‘Império’. Estamos saindo de um casamento. Até querer se apaixonar por outra pessoa, demora. Mas confio, gosto de assistir. Isso é inequívoco entre nós. É uma questão de tempo. Acho que intolerância e boicote são ingredientes, mas eu não opero sobre isso. A minha opinião nesse quesito acho irrelevante. O que tem de relevante é o tesão e a alegria que a gente tem de fazer esse trabalho. Isso é inabalável”, afirmou ela.
Questionada sobre a personagem Regina, Camila explicou que está em uma ótima fase: “agora ela está apaixonada, mas como todo folhetim, não existe estabilidade ou maré mansa antes dos últimos capítulos. Isso que é o barato. A ex-mulher do Vinicius (Thiago Fragoso) está marcando em cima. Está puxado…”.