Nem Te Conto

Capa da ‘Playboy’ rebate críticas:"mulher magra também é sensual"

Desconhecida do grande público, a modelo de 1,80m e apenas 54kg é a aposta da editora para quebrar padrões

Redação iBahia
07/05/2016 às 11h45

2 min de leitura
Depois do rebuliço que foi lançar Luana Piovani nua na “Playboy”, a revista traz na capa deste mês a modelo paranaense Vivi Orth, de 25 anos. Desconhecida do grande público, a modelo de 1,80m e apenas 54kg é a aposta da editora para quebrar padrões, mostrando o nu de uma mulher fora do perfil “gostosona”. “É exatamente o que eu quero mostrar: que a magra também é sensual e tem curvas”, justifica Viviane.

Por que resolveu aceitar posar nua agora?
Quando o convite chegou até mim, de início, eu recuei um pouco, pesando os prós e os contras, porque, sem dúvida, vai ser uma mudança de imagem. Sou a primeira do mundo fashion fotografar numa “Playboy” do Brasil. Vai abrir portas para um público novo para mim, pois vou sair do mundo da moda e atingir mais a massa, e para a revista também, que vai abrir porta para outras meninas posarem também.Você é evangélica… Isso influenciou na decisão?
Não influenciou em momento algum. As fotos são lindas e não tem nada que vai me expor de uma forma inadequada.Vai ter nu total?
A gente foi fotografando e deixei rolar… Temos que esperar o ensaio sair para ver. É surpresa. Mas acho que ficou tudo muito lindo (segundo uma fonte do EXTRA a nudez total é garantida). Teme ser comparada a Luana Piovani?
Essa comparação é inevitável, vai acontecer. Mas cada mulher é diferente da outra. Meu ensaio vai ser uma quebra de barreiras, pois todo mundo espera uma coisa muito moda. Tem moda, mas também tem uma mulher sensual e nua.