Nem Te Conto

À espera do Emmy em Nova York, Grazi quer mesmo é levar filha a Broadway

"Sofia ama “O Rei Leão” e estou ansiosa para mostrar para ela", disse

Agência O Globo
- Atualizada em

A beleza de Grazi Massafera é mesmo desconcertante, mas o que mais chama a atenção é sua espontaneidade. Indicada ao Emmy Internacional de Melhor Atriz por sua atuação em “Verdades secretas” (2015), a loura, que viajou ontem para o evento em Nova York, realizado na próxima segunda-feira, não esconde que sua maior ansiedade é para ver o musical “O Rei Leão”, na Broadway, ao lado da filha Sofia, de 4 anos.

— É isso mesmo, não vou mentir! (risos). Sofia ama “O Rei Leão” e estou ansiosa para mostrar para ela. O Museu de História Natural também. Ela está louca para ir por conta dos dinossauros — empolga-se Grazi.

Claro que a atriz está feliz com a indicação (“É o momento mais feliz da minha carreira!”), e já considera isso seu prêmio. Mas, humilde, acha justo que o troféu fique com sua concorrente, a inglesa Judi Dench:

— Ela já ganhou o Oscar por uma única cena no filme “Shakespeare apaixonado’’!

Por aqui, é uma veterana brasileira que vem realizando um antigo sonho da intérprete de Luciane, de “A lei do amor”:

— Era um desejo trabalhar com Vera Holtz, porque ela também tem sotaque e nunca foi um problema na carreira. O talento dela sempre esteve acima disso. Estar com Vera em cena, usando meu jeito de falar, mostrando a força de Luciane, é uma delícia.

Grazi, inclusive, não ligou de ser estapeada pela vilã em cena.

— Adorei apanhar! Não gosto de coisa muito falsa . E um tapa na cara dá para levar, né? — diverte-se a loura, que tem pudor nas cenas sensuais: — Sinto vergonha e me escondo atrás do personagem, ainda é uma questão para mim.

Nem parece, já que ela destila sensualidade como a mulher do banana do Hércules (Danilo Granghea), dono do maior par de chifres de São Dimas. Grazi, porém, defende a ex-prostituta:

— Não acho que seja uma traição, é um pacto que os dois têm. Se for ver bem, o foco dela é em prol da relação e do marido. E a ambição dela chega a ser inocente: só quer ser primeira dama — ri.

Dedicação é uma marca da atriz de 34 anos, até mesmo quando o assunto é o visual de um personagem. Mesmo penando com as unhas postiças, ela não as tira depois do trabalho.

— Não dá para fechar um botão, prender uma bijuteria. Até para brincar com Sofia atrapalha. Mas é uma parte da Luciane que vem comigo — afirma Grazi, que tem seus artifícios para incorporar a personagem: — Coloco um funk, um sertanejo... Ela tem uma vibração a mais, e tem dia em que estou de TPM. Então, ponho um som para animar.