Nem Te Conto

'A Força do Querer': Bibi e Caio se beijam após 15 anos separados

Momento acontece após o pedido de liberdade de Rubinho ser negado pela Justiça

Agência O Globo

"Paixão antiga sempre mexe com a gente/ É tão difícil esquecer". Os versos da canção “Paixão antiga”, de Tim Maia, parecem feitos especialmente para Bibi (Juliana Paes) e Caio (Rodrigo Lombardi) de “A força do querer”. A música poderia até embalar o beijo que os dois darão, no capítulo desta quinta-feira (22), num revival após 15 anos. 

(Reprodução: TV Globo/ Tata Barreto)

"É um momento de maior aproximação entre eles. Caio voltou desses 15 anos menos fortalecido do que achava em relação ao sentimento por Bibi. Ele ainda sente muita coisa por essa mulher. E esse é um momento de fragilidade dos dois: ela por Rubinho e, ele, por Bibi", opina Lombardi.

Juliana afirma que a personagem 'nunca esqueceu Caio de verdade'. "Esse beijo mexe com ela. O advogado foi o primeiro grande amor da vida de Bibi. Há uma tensão quando estão juntos, sem dúvida nenhuma", diz a atriz.

E justamente por não terem seguido com os planos de uma vida a dois, por conta do término abrupto provocado por ela, é que o sentimento ficou em suspenso. "Esse amor ficou parado no tempo, em algum lugar... O amor prometido, a promessa de uma vida é mais forte do que a própria realidade. A projeção do que poderia ter sido o amor dos dois é o que mais faz a dupla arrastar corrente: ele demonstra mais. Ela, durona, finge que não está acontecendo nada", analisa Juliana.

(Reprodução: TV Globo)
O momento de fraqueza do ex-casal acontece depois que o pedido de liberdade de Rubinho (Emilio Dantas) é negado. Caio chama Bibi para conversar e diz que ela sabe que o marido é culpado, que não pode atrelar a vida dela a dele desse jeito e que não é isso o que a bela sonhou para o seu futuro. Então, rola o beijo. Um não, três beijões daqueles! O que não significa que o ex-casal vai voltar a ficar junto.

"A relação dos dois é próxima do real. Não sei dizer se faria ou não o que Caio fez por Bibi, uma pessoa importante na vida dele, mesmo sentindo alguma coisa por ela. Há o fato de não querer ver a história dela ruir", justifica Lombardi, que completa: "Nesse momento, o beijo acendeu uma possibilidade para ele. Só que a paixão faz você se alimentar do prazer momentâneo e esquecer de ver a realidade do outro. Caio não observa que a realidade dela é outra", conclui o ator.

Como gato e rato

O beijo de Bibi e Caio faz as emoções dos dois ficarem à flor da pele, a ponto de o advogado pedir que a ex largue Rubinho: “Ainda é muito forte o que existe entre nós, Bibi! Eu também pensei que tudo tinha se esgotado... Mas não... Eu já mudei minha vida uma vez por sua causa. E estou disposto a mudar de novo! Fica comigo! Vamos viver essa história que nós não vivemos!”.

Bibi fica visivelmente perturbada com o carinho do ex- namorado. “Caio, eu não sei explicar o que acontece comigo. Eu gosto de você... Mais do que gosto. Eu amo você, me emociono com você, me perturbo com você”, declara a bela, que logo avisa: “Com Rubinho é diferente, por ele é paixão! É uma overdose de adrenalina que eu preciso ter pra me sentir viva, pra me sentir amada! Estou dizendo que o que tenho com ele não tenho com você... Nunca tive”.

(Reprodução: TV Globo)
O fim desse reencontro não é o que Caio esperava e os dois vão continuar tocando suas vidas cada um à sua maneira. Só que o destino vai conduzir o advogado para outras situações de enfrentamento com Bibi: quando ele virar secretário de segurança e ela cair de vez no mundo da bandidagem.

"Os dois entrarão quase que simultaneamente em terrenos opostos e conflitantes. E isso vai mudar o olhar de um para o outro. O que pode acontecer quando Caio deixar de ser aquele cara que corre atrás da mulher amada para virarem gato e rato? A mão que alimenta, porque ele fez tudo que era possível para ajudar Bibi, vai ser a mão que a procura", alerta Lombardi.