Nem Te Conto

Abner Pinheiro se pronuncia após ser acusado de vazar vídeo íntimo de Sthe

Influenciador baiano disse que processará todos que o acusaram sem provas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


Abner Pinheiro se pronunciou nesta segunda-feira (18) por meio do Instagram após receber mensagens de internautas que o acusam de ter vazado um vídeo íntimo de Sthefane Matos, em que a influencer aparece tendo relações com o atual namorado, Victor Igoh. As acusações tiveram início após a ex dele avisar que teve a conta de arquivos pessoais do celular dela invadido por alguém. Abner disse que irá processar quem culpá-lo sem provas.

"Eu não queria entrar nesse assunto, por não ter nada a ver. Mas nos último dias as pessoas me colocaram como culpado de uma coisa que eu não fiz. São páginas de fofoca, imprensa e perfis normais. Existe uma coisa chamada processo coletivo. É um único processo que serve para várias pessoas. É isso que eu vou fazer. Entrei em contato com meu corpo jurídico. Estou com milhares de prints aqui. Vou seguir adiante com isso, porque não é legal você ser acusado de uma coisa que você não fez. Então vamos ver se os juízes da internet vão continuar sendo juízes perante um juiz. Vocês acusaram uma pessoa que não tem nada a ver, acusaram sem ter prova nenhuma e sem enter a gravidade da parada, porque é uma parada muito grave. Cuidado com o que falam, porque isso pode ser usado contra vocês", disse o influenciador.



Vale lembrar que, de acordo com a lei nº 12737, conhecida como "Lei Carolina Dieckmann", considera crime invadir dispositivo alheio, conectado ou não a rede de computadores, mediante violação de segurança com o fim de obter informações sem autorização.