Nem Te Conto

Acusada de racismo no BBB 21, Marília Mendonça quebra silêncio sobre paredão

Internautas apontaram que sertaneja só celebrou as saídas de Nego Di, Lumena e Karol Conká

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Acusada de racismo, Marília Mendonça quebrou o silêncio e fez um longo desabafo no Twitter nesta segunda-feira (5). Os internautas apontaram que a sertaneja está sendo "passiva" com as atitudes de Rodolffo, acusado de homofobia, no BBB 21 e relembraram que sertaneja comemorou as saídas de Nego Di, Lumena e Karol Conká.

"Além de me lincharem, vocês estão me acusando de algo muito sério, que vai além de rivalidade de torcida e isso não está certo. Me acusar de cometer um crime por não me posicionar num paredão vai além do que é o direito de vocês. É injusto e incorreto. quando eu erro, eu boto minha cara pra bater. dessa vez passou demais dos limites. ser cobrada e acusada de cometer um crime por nao promover um multirão?", começou a cantora.



Em seguida, a cantora afirmou que não se sente no direito de apontar erros de um conhecido nas redes sociais, e se justificou sobre as celebrações relacionadas à eliminação de outros participantes. "Mesmo não sendo amiga dele, somos conhecidos, eu não ia publicamente falar sobre os erros que ele cometeu e promover um linchamento, porque sofri com isso. Errei grave, fui linchada e não aprendi por isso. Aprendi porque alguém sem obrigação teve paciência.Sobre Conká, Nego Di e etc, se fosse sobre isso, tinha que ter mais de um milhão de nomes aí nós trendings porque foram minhas postagens mais compartilhadas e curtidas", disse.