Nem Te Conto

Acusado de agredir a mulher, Naldo lota show e recebe carinho de fãs

Funkeiro perdeu dois contratos de shows por conta da acusação feita por Mulher Moranguinho

Agência O Globo

Após ser detido por parte ilegal de arma e ser acusado pela própria mulher, Ellen Cardoso, de tê-la agredido fisicamente, Naldo Benny retomou sua agenda de shows. O cantor se apresentou em Astolfo Dutra, Minas Gerais, para uma plateia lotada e ainda recebeu o carinho de várias fãs no camarim.


(Reprodução: Instagram)

Por conta da acusação da mulher, Moranguinho, Naldo acabou perdendo dois importantes e contratos de trabalhos. Ele não vai mais cantar no Réveillon de Copacabana e na festa do Monte Líbano, também agendada para o próximo dia 31.

Naldo foi preso na tarde da última quarta-feira (6), por porte ilegal de arma de fogo após ser denunciado por Moranguinho, que afirma ter apanhado do marido no último sábado. Segundo ela, durante uma briga, Naldo a agrediu com socos, chutes e puxões de cabelo. A ex-dançarina disse que as agressões do cantor já acontecem há sete anos, desde antes do casamento, e seriam motivadas por ciúmes.

(Reprodução: Instagram)
Após a denuncia, Moranguinho viajou para São Paulo com a filha do casal, de 2 anos. Ela está recebendo o apoio do filho mais velho e de outros familiares e não pensa em aceitar o perdão do cantor nem muito menos reatar o casamento.

No dia seguinte ao ocorrido, Naldo fez um vídeo pedindo perdão à mulher. Ele está em casa, no Rio, e, arrependido, prometeu procurar ajuda de um profissional. Com base na Lei Maria da Penha, a Justiça determinou que o artista fique afastado da mulher, de seus familiares e das testemunhas do caso, numa distância mínima de 100 metros. Naldo também foi proibido de ter qualquer contato com Ellen por quaisquer meios de comunicação, inclusive pela internet.