Nem Te Conto

Anitta é acusada de apropriação e desrespeito à raça negra; entenda

Cantora se irritou ao ser alvo de uma nova polêmica depois do lançamento de um novo clipe do qual participa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Anitta foi alvo de uma nova polêmica depois da divulgação do clipe 'Muito Calor', em parceria com o rapper Ozuna. No vídeo a morena apareceu de cabelo cacheado e dançando em uma laje de uma comunidade do Rio de Janeiro, a web então criticou a cantora de apropriação cultural. 

Foto: Reprodução | Youtube

Internautas escreveram que a dona do hit 'Vai Malandra' quis "se passar por negra". "Ih ó, ficou negra de novo. Anira nem esconde que todo clipe em favela ela tem que se apropriar. Sinceramente, é ridículo. Todos os clipes são iguais, esse looping começou em ‘Vai malandra’ e até hoje parecem todos a mesma coisa", comentou um. 

Irritada com as críticas, Anitta resolveu responder ao comentário com um verdadeiro textão: "Meu Deus. Que loucura! 1. “Onda diferente” é um hit. O clipe foi gravado em Los Angeles. Cantado em português. Tem feat brasileiro e feat gringo importantíssimo. Estão começando a ouvir fora do Brasil mesmo sendo em português. 2. O único videoclipe MEU gravado em uma favela se chama “Vai Malandra”. Os demais são clipes onde eu fui CONVIDADA como feat assim como esse. 3. O clipe mostra diversos pontos do Rio de Janeiro que o diretor gostou. Dentre eles: escadas da Lapa, pão de açúcar, Cristo, praias etc… 4. Quando eu era criança meu cabelo era mais enrolado que esse do vídeo. Eu que meti produto na adolescência e ele mudou pra sempre. 5. Vocês nunca estão satisfeitos". 

Assista ao clipe abaixo: