Nem Te Conto

Anitta em 2019: namoro-relâmpago, Rock in Rio, treta com Ludmilla... O ano da Poderosa

Anitta teve um ano e tanto! Confira momentos importantes da cantora em 2019

Agência O Globo
- Atualizada em

Anitta teve um ano e tanto! Em 2019, a cantora conquistou muita coisa, envolveu-se em namoros e também polêmicas, claro! Entre elas, a poderosa gravou uma música com Madonna, fez sua estreia com show de funk no Rock in Rio e teve um álbum indicado ao Grammy Latino.

A seguir, confira momentos importantes de Anitta em 2019:

Foto: Reprodução | Instagram 

Namoro-relâmpago com Pedro Scooby

Numa viagem de férias a Bali, no fim de maio e início de junho, a cantora, que estava no local paradisíaco com o surfista, confirmou o romance. Daí começaram a postar várias fotos românticas juntos, declarações, até que em agosto chegou ao fim o namoro. Em setembro, Anitta deixou de seguir Scooby no Instagram após uma entrevista dele, que falava sobre o fim do namoro dos dois. À época, ele contou que Anitta terminou o relacionamento de dois meses por telefone.

Estafa

Logo após o término, a cantora foi diagnosticada com estafa e teria manifestado sintomas de uma depressão, que já tivera há alguns anos. A poderosa então tomou a decisão de se afastar por um curto período dos holofotes para cuidar da saúde. À época, foi cancelado um episódio do programa "Anitta entrou no grupo", do Multishow. "Aos melhores fãs do mundo, obrigada por todo carinho de vocês. Esse amor não tem preço", escreveu ela, durante o período de descanso, em seu Twitter. Mas a temporada sabática não durou mais que uma semana.

Foto: Reprodução | Instagram 

Indicação ao Grammy Latino

A cantora foi indicada ao Grammy Latino na categoria "melhor álbum urbano" por "Kisses". Apesar de não ter arrebanhado o prêmio, Anitta se apresentou na noite de gala, em novembro, em Las Vegas. Assim que soube da indicação, Anitta comemorou nas redes sociais: "Muito feliz com a indicação do meu último álbum (Kisses) ao Grammy Latino".

Show apoteótico no Rock in Rio

Paredão de caixas de som da Furacão 2000, MC, bailarinas, imagens da Amazônia exibidas em telão, entrada triunfal, três figurinos durante a apresentação foram alguns dos pontos altos da estreia de Anitta na edição brasileira do Rock in Rio. No quesito representatividade, a cantora inovou, mais uma vez, ao colocar uma bailarina trans no Palco Mundo. Apesar das críticas sobre um possível uso de playback, Anitta, a primeira funkeira a se apresentar naquele palco, prendeu a atenção do público com sua performance. Sobre os comentários, a poderosa esclareceu: "Quando é um show que tem muita dança, muita coreografia, são gravadas vozes de apoio. Não tem como você fazer uma hora dançando sem parar, como é o meu set, sem esse recurso. Então em alguns momentos eu tenho essas vozes de apoio e em outro eu canto solo. Faz parte do meu show e é isso aí, a galera que entenda".

"Faz gostoso", feat com Madonna

Em junho deste ano, Madonna lançou o disco "Madame X", em que consta a parceria com Anitta no funk "Faz gostoso". A canção foi elogiada pela crítica estrangeira. Sobre a parceria, Anitta falou em workshop: "Eu tenho 26 anos. Todas essas coisas que eu fiz, eu já considero muito grandes. Não imaginava... Gravar com a Madonna, para mim, foi quando eu falei: 'ok, não vou me cobrar mais nada, pois eu cheguei no ápice de qualquer lugar que eu pudesse chegar na minha vida, com 40 anos, que dirá com 26. Decidi que, para mim, estou 100% realizada. Tudo que eu tracei na minha vida desde pequena, eu consegui dez vezes mais".

Foto: Reprodução | Instagram

"Onda diferente" x treta com Ludmilla

Tudo começou quando Ivete Sangalo cantou a música "Onda diferente" em seu show, no Rock in Rio. Ludmilla comemorou nas redes sociais a inserção da música que ela compôs. Fãs de Anitta sinalizaram então que ela também estava na lista de autoras no Spotify e criticaram Ludmilla. Em vídeo, Ludmilla contou que escreveu a música, mas sua gravadora não quis gravar. Apenas depois de Anitta conhecê-la e propor uma parceria, a gravadora topou. Daí Anitta envolveu o produtor Papatinho e o rapper Snoop Dogg, que canta um trecho em inglês na música. Para isso, ele exigiu 50% dos créditos de autoria e foi acordado que o restante ficaria com Ludmilla. Eis a razão pela qual Ludmilla e Snoop Dogg assinam como compositores e intérpretes, enquanto Anitta e Papatinho ficaram com os créditos apenas de intérpretes. Anitta pediu calma aos fãs e disse que Ludmilla era a autora e a lista no Spotify voltou a creditar como autores apenas Ludmilla e o rapper. Mas a polêmica seguiu adiante e estremeceu a relação entre as duas.

Novo irmão

Um teste de DNA comprovou, em outubro, que Felipe Terra é filho de Mauro Machado, conhecido como Painitto, pai da cantora. O resultado positivo foi celebrado pela poderosa nas redes sociais: "Ninguém buscou a gente, eu que fui atrás dele. A mãe dele e o meu pai perderam contato, a mãe dele viu meu pai na televisão junto comigo, comentou que aquele era nosso pai. E ele não nos procurou porque tinha medo de a gente achar que ele queria dinheiro, era interesseiro, como todo mundo ficou comentando", disse a cantora. "Ele só teve coragem de entrar em contato quando eu mandei a mensagem dizendo "eu tô super feliz, quero ter um irmão". Eles já se conheceram, e o resultado saiu hoje. E ele é realmente meu irmão! Eu tenho uma sobrinha! Meu irmão é mara! Mesmo antes de sair o resultado eu já falava com ele todo dia só com a possibilidade de ter um novo irmão", acrescentou a cantora, demonstrando estar muito feliz.

Foto: Reprodução | Instagram 

Final da Libertadores

A cantora se apresentou no show de abertura da final da Libertadores, no estádio Monumental, em Lima, no Peru. Antes de Flamengo e River Plate entrarem em campo, a poderosa cantou "Y dale alegría a mi corazón", acompanhada dos cantores Sebastián Yatra, Tini e Fito Páez, que fez uma versão especial da faixa para a ocasião.

Combatchy

No fim de novembro, Anitta, Lexa, Luísa Sonza e MC Rebecca lançaram a música "Combatchy". O quarteto, inclusive, se reuniu para lançar a música durante a festa homônima, em São Paulo. "Eu estou muito feliz de ter conseguido unir esse time de mulheres tão fortes, empoderadas e cheias de atitude para estar nessa música comigo. Espero que inspire muitas mulheres por aí a se apoiarem e se amarem!", disse Anitta, idealizadora do evento, à Brazil News.