Nem Te Conto

Aos 61 anos, Elba Ramalho fala sobre a boa forma: "tenho boa genética"

Cantora bateu um papo com o iBahia para falar sobre o dia-a-dia e a volta a capital baiana

Marília Galvão (marilia.galvao@redebahia.com.br)
- Atualizada em


Elba Ramalho volta a se apresnetar em Salvador nesta semana. A cantora será uma das atrações da festa 'Brahma Esquenta São João', que acontece nesta sexta-feira (26) no Barra Hall. Além do show da cantora paraibana, o evento contará com a presença das bandas Ú tal do Xote e Trio Forrozeiro. Mas antes da apresentação especial, o portal iBahia bateu um papo com a artista para falar sobre a sua volta a capital baiana, os 30 anos de carreira e as intimidades do dia-a-dia. Confira:

De volta a Salvador, Elba promete fazer um arrasta pé de primeira com sucessos que embalam os apaixonados por Forró. "Este ainda não é um show totalmente de São João, digamos que é um 'pré-São João'.De qualquer modo, é um show repleto de forrós, para ninguém ficar parado. Estarei com a minha banda e com os bailarinos que me acompanham em toda a turnê de São João", revela.

E por falar na capital baiana, a cantora aproveitou a oportunidade para comentar sobre a paixão pela cidade, o Carnaval e os artistas que ela mais gosta. "Tenho casa em Trancoso, na Bahia. Adoro o povo da Bahia. Salvador faz jus a tudo o que se diz. É um lugar muito especial. Já puxei trio sozinha, como convidada, recebendo convidados, participei de camarotes.  Adoro o carnaval da Bahia. Gosto muito de Caetano, Gil, Brown e Luis Caldas. Sou amiga de verdade de Margareth, Daniela e Ivete. A Bahia sempre revela algo novo para nossa música. Recentemente participei do disco do Magary", conta.

Com 30 anos de carreira e mais de 30 cds gravados, a paraibana revelou durante a conversa, qual o segredo de tanto sucesso."Agradeço a Deus todos os dias e acho que estou colhendo os frutos de um trabalho muito sólido. Tenho profundo respeito pelo público. Saber que alguém saiu de casa para me assistir, é uma grande alegria. Em todas as apresentações, procuro dar o que eu tenho de melhor. E felizmente, o público reconhece", afirma a artista que conta como gosta de se concentrar antes dos shows."Gosto meditar uns 20 minutos antes. O que não pode faltar mesmo é maçã", ressalta a loira que é devota de Nossa Senhora.

Com a agenda cheia o ano inteiro, fica difícil manter uma rotina. As horas perdidas de sono e a invasão de privacidade, as vezes, são um tormento. Mas para Elba, nada se compara ao sacrifício de ficar longe de casa e da família."Hoje em dia procuro estabelecer prioridades. Quero acompanhar o crescimento das minhas filhas. De toda forma, a distância e a ausência em determinadas situações, são um sacrifício", diz.

E é por conta desta saudade que a cantora revela que aproveita o tempo livre para curtir ao máximo os filhos."Adoro estar com minha família. Meu filho já está com 25 anos, mas as meninas são pequenas e quero ficar o máximo de tempo com elas", diz a paraibana sobre as herdeiras Maria Esperança, Maria Clara e Maria Paula.

As poucas folgas também servem para cantora manter o corpo em forma e cuidar da beleza."Tenho uma boa genética, sou vegetariana, pratico ioga, meditação e não abro mão de fazer a minha corrida na areia da praia", diz a artista que no início do ano, resolveu radicalizar e alisar os cabelos."Não vou abandonar os cachos não.  O cabelo comprido fica mais pesado e assim acaba ficando mais liso", afirma.

Mas e se Elba Ramalho não fosse cantora, o que seria? "Atriz. Na verdade, sou uma atriz que canta", diz ela que conta qual o seu maior sonho."Gostaria de ter uma Fundação que pudesse fazer uma grande diferença em termos de assistência social.  Pratico muita caridade, mas queria chegar a um nível muito maior", finaliza.