Nem Te Conto

Aos prantos, Luisa Mell faz desabafo sobre violência médica: 'Deixou marcas'

Em julho, ativista contou ter passado por uma lipoaspiração sem autorização no final do ano passado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Luisa Mell fez uma live no Instagram nesta segunda-feira (27) e aproveitou o momento para fazer um desabafo sobre a violência médico que sofreu e as consequências psicológicas que a situação lhe causou.

"Nunca mais vai ser daquele jeito. Nunca mais vou poder usar meu armário, as minhas roupas, porque ele achou que eu tinha muita gordura baseado no conceito estético de sei lá quem. Não é justo isso, gente. Não é possível. Fora que ele machucou todo meu pescoço, depois eu vou mostrar para vocês. Ele deixou marcas", disse.

Aos prantos, a ativista diz que está longe de se recuperar completamente. "Desculpa, eu precisava falar para vocês porque eu só penso em morrer nos últimos tempos, mas eu tenho meu filho, eu tenho meus bichos. Não quero viver assim. Esse post é justamente para que ninguém passe na vida por isso", concluiu. 

Em julho, Luisa contou ter passado por uma lipoaspiração sem autorização no final do ano passado.  "Sofri uma violência médica e não consigo superar. Em dezembro do ano passado, meu dermatologista me falou sobre um laser novo. Ele disse: 'você não gosta de colocar nada para não ficar artificial, este é perfeito para você. Faço aqui no consultório mesmo, mas chamo um anestesista por segurança", contou em entrevista ao Na Telinha.

"Ele disse: 'Te dei de presente uma lipoaspiração nas axilas. Você tinha muita gordura, não dava'. Sim, ele fez uma cirurgia estética em mim sem minha autorização. Me senti violentada", explicou na época.