Nem Te Conto

Após dar bolo em festa, Nego do Borel é processado em mais de R$300 mil

Caso aconteceu em 2019, autores do processo alegam que tentaram acordo com o cantor

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Nego do Borel confirmou compromisso de cantar em uma festa de 15 anos, no final de 2019, mas sem nenhum motivo apresentado, ele deu bolo na festa e ainda não devolveu o dinheiro do cachê. É o que aponta a família que move um processo contra o cantor em mais de R$300 mil.


A festa de debutante custou R$500 mil no total e aconteceu no badalado Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. O juiz Flávio Citro Vieira de Mello, da 15ª Vara Cível do Rio, determinou intimação ao cantor para ele apresentar a sua defesa.

Os autores do processo, alegam que tentaram fechar um acordo com o artista, a produtora e seus representantes para que fossem ressarcidos dos prejuízos, mas não tiveram sucesso.