Nem Te Conto

Após polêmica, GNT retira morte de ovelha do programa de Rodrigo Hilbert

"Não adianta a gente achar que a carne chega à nossa mesa sem ter que fazer isso", disse o apresentador antes de gravar o sacrifício do animal

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
Causou polêmica as cenas da morte de um filhote de ovelha durante as gravações do programa 'Tempero de Família', do GNT, apresentado por Rodrigo Hilbert. Nas imagens, o rapaz chega a capturar o animal e, com ele já morto, o coloca de cabeça para baixo para que o sangue escorra em uma bacia. Procurada pelo 'Ego', a emissora explicou que as imagens que seriam mostradas no primeiro episódio da nova temporada do programa vão ser retiradas.
"A ideia desta temporada do 'Tempero de Família' é retratar, de forma documental, os hábitos alimentares de produtores rurais familiares que passam de geração para geração e as maneiras artesanais de preparo das receitas. Ao longo da temporada, Rodrigo esteve em casas de famílias que mostraram como plantam e colhem seus próprios alimentos e também visitou pequenos produtores que criam animais, principalmente para consumo de suas famílias. Inserimos as imagens no programa para documentar a origem dos alimentos que chegam à nossa mesa. Entendemos que as imagens podem ser fortes e, em respeito às manifestações do nosso público, decidimos retirá-las do programa", explicou o canal.
Durante a filmagem, Rodrigo parece adivinhar que a cena causaria polêmica. "É assim que geralmente se mata um carneiro que vai para o supermercado, né? Não adianta a gente achar que a carne chega à nossa mesa sem ter que fazer isso. O animal tem que ser abatido", disse ele, que pegou o animal ainda em fase de amamentação: "é assim que se pega, vambora! O que a gente faz com ela agora? Nossa fogueira já está pronta, vamos fazer em pedaço ou inteiro na brasa?".