Nem Te Conto

Atleta que vendia bala no sinal para competir viraliza e ganha ajuda de Felipe Neto

Um outro youtuber fez um vídeo no qual o rapaz aparece e gerou repercussão na web

Hellen Guimarães, da Agência O Globo

Tudo começou com uma pegadinha de um youtuber. Mas não, não foi o Felipe Neto. Matheus Assis, de 24 anos, encontrou o lutador Christian Barbosa, de 17, em um sinal de trânsito vendendo doces nas ruas de Petrópolis. Acrescentar o trabalho à rotina de estudos e treinos foi o jeito que o garoto encontrou de juntar dinheiro para participar de uma competição internacional. Matheus Maionese, como é conhecido, gravou um vídeo inusitado para compartilhar a história de Christian. Deu certo: uma das mais de 1,9 milhão de visualizações no Twitter foi de Felipe Neto, que se ofereceu para pagar a viagem e ajudar Christian a realizar seu sonho.



No vídeo, intitulado "Tacando ovo no carro dos playboy", Matheus conta que carrega um ovo podre consigo e que está com vontade de jogá-lo em alguém. Na primeira parte, ele estaria dirigindo atrás de um carro de luxo, mas decide que prefere acertar um pedestre. O vídeo corta para uma rua de Petrópolis, onde Christian espera o sinal fechar. Matheus caminha com o ovo como se fosse acertá-lo mas, na verdade, o presenteia com uma nova caixa de doces e R$ 10.

"Um amigo meu aqui de Petrópolis me contou a história desse menino que vende bala no sinal. O nome dele é Christian, ele tem 17 anos e a rotina dele é estudar pela manhã, e a noite ele passa treinando jiu-jitsu. Devido ao desempenho dele, ele ganhou vários campeonatos aqui no Rio e conseguiu se classificar para o campeonato europeu, que vai acontecer em janeiro do ano que vem. Ele não tem patrocínio, muito menos dinheiro para pagar a passagem para lá", explica Matheus.
Foto: Reprodução/Twitter

"Eu me dedico ao jiu-jitsu há cinco anos e meu objetivo é viver do esporte. Já conquistei diversas medalhas, tais como: 1º Colocado no Brasil Open; 2º colocado no Campeonato Brasileiro; Campeão Estadual Paranaense e Carioca; 2º Colocado no Word Cup (Rio de Janeiro). Essa trajetória não tem sido fácil, pois os treinos e os torneios geram muitos custos", contou Christian.

Após conseguir um quimono para o atleta em parceria com uma marca esportiva, ele gravou o vídeo para divulgar a história e a vaquinha online por meio da qual Christian tentava atingir seu objetivo. O lutador precisava juntar R$ 6 mil até dezembro para bancar a viagem até Portugal. E foi na madrugada desta terça-feira que a meta foi batida de um jeito surpreendente.

"Irmão, me segue para eu poder te mandar mensagem. Pode deixar as despesas todas da viagem comigo para ele poder competir. E vamos conversar pra ele não precisar vender bala mais e poder focar nos treinos e estudos", respondeu Felipe Neto.
Foto: Reprodução/Twitter

Pelo Twitter, muitos usuários elogiaram a atitude e a criatividade de Matheus. O rapaz comumente utiliza títulos grosseiros em seus vídeos no YouTube para pregar peças em quem assiste. O mais famoso, com 1,5 milhão de visualizações, chama-se "chutando cachorros de rua", em que ele promete "dar uma bica" na cara dos animais. Porém, ao invés de agredi-los, presenteia-os com biscoitos.

"Eu abri o vídeo só para te xingar, aí vi que eu deveria é te dar um abraço! Parabéns", disse um rapaz.



"Interessante a legenda que você usou para chamar a atenção. Talvez você não tenha nem percebido, mas tem uma crítica muito boa da sociedade por trás dela. Aliás, parabéns pelo que você fez, já fiz minha parte também", elogiou outra seguidora.

"Valeu, Ana! Meus vídeos sempre tem legendas assim pois, infelizmente, esse tipo de conteúdo dá visualização na internet: o sensacionalismo", explicou o youtuber, que tem mais de 300 mil inscritos e 16,5 milhões de visualizações em seu canal.