Nem Te Conto

Atriz acusa Xanddy de intolerância religiosa: 'não conseguia acreditar'

Luana Xavier foi ao show do Harmonia do Samba e percebeu um fato durante o evento; entenda

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Xanddy é alvo de uma acusação de intolerância religiosa. A denúncia partiu da atriz Luana Xavier, neta de Chica Xavier. Em suas redes sociais, ela publicou um verdadeiro textão após assistir a um show da banda Harmonia do Samba. 

No Instagram, Luana destaca que Xanddy, por ser evangélico, cortou partes da música 'Raiz de Todo Bem'. 

Foto: Reprodução | Instagram 

"Sou muito fã do Harmonia do Samba, há muitos e muitos anos. Já fui em inúmeros shows deles: aqui no Rio, em Salvador e até em Vitória. Mas hoje me decepcionei bastante com o Xanddy. Que ele é evangélico e fala bastante sobre sua religião, inclusive em shows, disso todo mundo sabe. E definitivamente não é um problema. Porque falar da nossa própria religião é um direito que nos compete", iniciou o relato.

No decorrer do texto, ela comenta o motivo de ter se sentido ofendida: "Porém, hoje no repertório do show tinha a música Raiz de Todo Bem, comumente cantada pelo intérprete Saulo. Peço que reparem no vídeo. Comecei a filmar depois de um minuto de música rolando porque eu não conseguia acreditar no que estava acontecendo. Pois bem... Xanddy suprimiu a frase 'do canto Candomblé' durante toda a música. Um desrespeito sem tamanho", contou Luana. No vídeo, de fato, é possível perceber vários trechos da música que Xanddy não canta, incluindo menções ao Senhor do Bonfim, uma representação tipicamente católica, além da frase citada por ela.

"Se por questões religiosas, morais ou seja lá o que for, ele não pode pronunciar a palavra 'Candomblé', então deveria tirar essa música do repertório. Simples assim. Mas Luana, você foi se divertir em um show e já voltou problematizando? Sim! E sabe por que? Porque durante anos o Candomblé foi uma religião proibida de ser exercida".

Luana finalizou o textão fazendo um pedido: "E ao cantor, fica aqui o meu apelo... apelo de alguém que sempre admirou o trabalho dele: Respeite o nosso sagrado! Respeite a nossa fé! Principalmente você que canta 'respeite quem pôde chegar aonde a gente chegou'".

De acordo com o colunista Leo Dias, a assessoria de impresa do cantor foi procurada, no entanto, ressaltou que o artista estava 'off', por causa de sua viagem de retorno para Orlando, nos Estados Unidos, onde ele vive com a família. A publicação já passa das 22 mil visualizações, incluindo o da jornalista Tia Má, que comentou: "Uma das formas de nos matar é assegurando a nossa invisibilidade! Por isso, nós, pessoas das religiões de matriz africana, temos a obrigação de problematizar! Isso não é bobagem, é genocídio!"

Assista o vídeo abaixo: