Nem Te Conto

Betty Faria defende Zé Mayer em caso de assédio: 'foi um carma aquela piveta na vida dele'

Figurinista publicou o seu relato de assédio no blog #AgoraÉqueSãoElas, da Folha de S. Paulo, em março de 2007

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Em uma entrevista polêmica concedida ao portal Uol, a atriz Betty Faria saiu em defesa de José Mayer sobre o caso de assédio que envolveu a figurista Su Tonani. 'Acho que foi um carma espiritual pintar aquela piveta na vida dele', disse. O caso ocorreu no ano passado e, desde então, o ator está afastado das produções globais.

Foto: Divulgação
A atriz ainda dá detalhes do que sabe sobre o caso. "Tem maquiadora da Globo que viu aquela moça pegar várias vezes a chave do carro da mão dele; tinha uma história ali de amizade, de companheirismo. Não sei o que aconteceu, que eles se desentenderam e ela resolveu tirar uma onda. E as atrizes mais jovens, ingênuas, resolveram comprar a história dela", relatou.

A figurinista publicou o seu relato de assédio no blog #AgoraÉqueSãoElas, da Folha de S. Paulo, em março de 2007. No texto, ela afirmou que José Mayer a assediou por vários meses.


Betty Faria ainda ressaltou que, para ela, ele é um colega maravilhoso. "Ele foi o ator com quem mais trabalhei e nunca fez assédio comigo e nunca vi fazer com ninguém. Fiquei muito triste com o que aconteceu", contou.