Nem Te Conto

Bruna Marquezine assume que não se sentia capaz de viver a vilã de 'Deus salve o rei'

Atriz chegou a dividir com os diretores a situação e afirma que a personagem chegou num momento especial

Agência O Globo

Foto: Divulgação

Esqueça a verruga no nariz e a pele enrugada. A Catarina de Bruna Marquezine, em “Deus salve o rei”, está mais para rainha má, sedutora e dissimulada como Julia Roberts (em “Espelho, espelho meu”) e Charlize Theron (em “Branca de Neve e o caçador” ) no cinema.

Diferentemente de seu pai, o justo rei Augusto (Marco Nanini), a bela e ardilosa princesa de Artena vai usar sua malignidade para tomar o trono e exercer seu poder destrutivo contra o reino de Montemor.

— Catarina é malvada mesmo, o que me exige uma energia e uma entrega muito grande. Ela é calculista, altiva — descreve Bruna.

Sair do confortável lugar de mocinha para se arriscar pela primeira vez como vilã pesou nos ombros da artista, que acabou convencida de que esta era a hora:

— Cheguei a dividir com meus diretores que quase não me sentia capaz de dar vida à Catarina, mas acredito que ela veio num momento especial da minha carreira. Estou mais madura como mulher e com sede de trabalhar.

Com o amante Constantino (José Fidalgo), um nobre cafajeste, tão sedutor quanto vossa majestade, a princesa terá cenas tórridas de paixão e conspiração. Em paralelo à estreia da trama medieval, a volta do casal # Brumar tomou a mídia e o público de assalto. O craque Neymar já confidenciou em entrevista que não assiste mais às novelas por causa da amada. Mas Bruna coloca panos quentes na ciumeira do namorado:

— Ele é bem parceiro, sempre me apoia — resume a atriz. E ponto final. Ela não fala mais nisso.

Já sobre o par romântico da novela, Bruna enfatiza que ali tem química e riscos:

— É um encontro potente, de muito fogo. Os dois têm obsessão pelo poder. São perigosos. Catarina sente que a qualquer momento ele pode traí-la, e ele, que ela pode matá-lo.

Agindo tão mal assim na TV, Bruna está preparada até para uma ofensiva do espectador:

Mais magra na TV

Já no primeiro capítulo, a magreza de Bruna salta aos olhos quando Catarina sai de um banho de banheira. A atriz, no entanto, prefere não dar detalhes de seus métodos de emagrecimento.

— A gente já vive nessa ditadura de que a mulher tem que estar magra, que existe um corpo perfeito. Por muito tempo, tentei me enquadrar nesse padrão e sei que isso machuca — justifica.

A atriz conta que sua mudança também tem a ver com uma disfunção na tireoide:

— Aconteceram duas coisas aí. Primeiramente, eu achei que a Catarina ficaria mais potente no vídeo se eu estivesse mais magra, porque tenho rosto de menina, redondinho, e isso infantiliza. Mas tive acompanhamento de profissionais. Paralelamente, descobri que tenho um probleminha na tireoide. Meu metabolismo não estava funcionando como deveria para uma menina de 22 anos.