Nem Te Conto

Bruno Ferrari perde processo de R$ 2 milhões contra a Record; entenda

Pedido do ator foi negado em primeira instância pela juíza Danielle Soares Abeijon, da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)

Bruno Ferrari pode até estar de casa nova, mas o fantasma da antiga emissora continua a rondar sua vida.

O ator, que em 2016 fez sua reestreia na Globo com o personagem Xavier em 'Liberdade, Liberdade' e atualmente vive o galanteador Vicente em 'Tempo de Amar', entrou com um processo na Justiça por direitos trabalhistas contra sua antiga emissora, a Record, mas não teve sorte na primeira instância da ação.

(Reprodução: TV Globo)

Segundo o colunista Daniel Castro, do site 'Notícias da TV', a juíza Danielle Soares Abeijon, da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro, julgou como improcedente o pedido de reconhecimento de vínculo empregatício do ator com o canal. Ferrari, que trabalhou por nove anos e meio a serviço da emissora, teria direito a uma recompensa de R$ 2 milhões, com acréscimo de décimo terceiro, proporcional de férias e fundo de garantia pelo tempo de serviço prestado a Record, se o pleito fosse atendido.

Este não é o primeiro problema da emissora com a Justiça. Em 2013, Sophia Abrahão entrou com um processo contra a Record após ter seu contrato reincidido.