Nem Te Conto

Bruno Gagliasso comenta tweets homofóbicos: 'estou pronto para entender por que falei isso

Ator falou sobre as mensagens que compartilhou em suas redes em 2009

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O ator Bruno Gagliasso é capa da revista 'GQ Brasil' deste mês, que traz nela o assunto que causou polêmica no último mês: os tweets machistas e homofóbicos que ele compartilhou em suas redes sociais no passado. Sem pudores, o galã global se explicou sobre o episódio.

Foto: Alessio Boni/GQ Brasil

Bruno assumiu seus erros, ponderou que o ocorrido tinha acontecido há quase dez anos, e que tinha mudado desde então. “Quero que minha filha tenha orgulho. Por isso quero que minha história seja a melhor possível, me esforço diariamente para isso, sem apagar nada. Estou pronto para discutir, para entender por que falei ou fiz isso ou aquilo”, afirmou.

O episódio aconteceu após o ator criticar o youtuber Júlio Cocielo, do canal Canalha, que fez comentários racistas. Alvo dos fãs do rapaz, Bruno viu mensagens suas de 2009 serem resgatadas e expostas na internet. "Hoje consigo enxergar as coisas como antes não conseguia. Não me justifico, mas a gente cresce, amadurece, aprende. Não existe perfeição, isso é apenas uma idealização. Vivemos, sim, em uma sociedade machista, racista e hipócrita. Só consegui tomar uma consciência real de tudo isso com a chegada da minha filha", disse ele, se referindo à Titi.